H1N1 – sintomas do H1N1

A gripe h1n1 (link) é uma doença (link) infecciosa que é ocasionada por um vírus que partiu de uma mutação do vírus da gripe (link) comum, chamado de Influenza h1n1 (link), e também é conhecida pelo nome de gripe suína, tomando grandes proporções no território brasileiro na época em que afetou amplamente o mundo, nos anos de 2009 até 2010, afetando o país com mais casos no ano de 2016. Por ser uma doença que causa sintomas (link) muito parecidos com a gripe comum, mas por conseguir afetar de forma drástica a saúde, é absolutamente necessário que o paciente que apresentar os sinais procure por um médico especializado, pois, não tratada corretamente, pode inclusive levar à morte.

Introdução

A influenza h1n1 afeta principalmente o sistema respiratório, o que faz de sua transmissão muito passível em ambientes onde a ventilação não seja suficiente, podendo fazer com que a ocorrência da doença em cidades que contém meios de transporte público como metrôs e ônibus seja mais alta em tempos de surto. É extremamente necessário buscar o apoio de um médico especializado em um pronto atendimento de saúde que possa identificar se os sintomas apresentados caracterizam uma gripe comum ou a infecção pelo vírus h1n1, pois o tratamento (link) correto impossibilita a evolução da doença.

Sintomas

As pessoas que foram infectadas pelo vírus h1n1 podem apresentar sintomas parecidos com os da gripe comum, como previamente mencionado, que incluem a febre (link) que acontece de repente, podendo atingir os 38º (procure um médico imediatamente!), as dores de cabeça (link), dores (link) na região da garganta (link) também são muito comuns. A influenza h1n1 também apresenta sintomas como as dores no corpo principalmente nos músculos (link) e articulações (link) – a falta de apetite (link) também é um dos sinais que pode indicar a presença do vírus no organismo, bem como a coriza e a tosse (link), dado que a doença afeta o sistema respiratório.

Causas

O vírus h1n1 teve a sua primeira ocorrência em animais como porcos, o que caracteriza também o nome pela qual ela é amplamente conhecida, gripe suína, mas as mutações pelas quais o vírus passou ao longo dos anos o fez uma ameaça também para os seres humanos. A causa da doença se dá por meio da transmissão da mesma através dos mesmos métodos pelos quais se espalha a gripe comum, os quais são as tosses e os espirros, o contato com secreções de pessoas infectadas, e quaisquer interações que envolvam a troca de fluidos originados na boca ou no nariz, como beijos, espirros ou tosses. O tempo que o organismo leva para começar a apresentar sinais após ser infectado pode variar entre um até sete dias após o contato, sendo necessário manter sempre o controle dos sintomas para que o diagnóstico seja realizado corretamente e o tratamento possa ser efetivo.

Tratamento

A maioria dos casos de influenza h1n1 foi tratada sem a necessidade de realizar quaisquer medidas de internação dos pacientes que apresentavam a doença, nem muito menos do uso de medicamentos (link) com a ação antiviral, sendo o descanso e a hidratação as medidas mais comuns e efetivas para que os pacientes conseguissem recuperar a saúde. Alguns casos relatados, entretanto, apresentaram a necessidade de utilização de medicamentos e o acompanhamento com o médico para que o curso (link) da doença pudesse seguir sem causar mais danos à saúde do paciente, por esse motivo, a busca por um profissional da saúde é essencial. Para prevenir a ocorrência da h1n1 é necessário lavar sempre as mãos, evitar o contato das mesmas com a região da face, manter uma alimentação saudável que permita ao sistema imunológico funcionar com eficácia tanto contra a h1n1 quanto contra a maioria das doenças (link), bem como evitar o uso compartilhado de materiais de uso pessoal como toalhas, copos, roupa de cama e talheres.

Importante

  1. Este artigo é de caráter informativo/explicativo e todas as informações aqui contidas foram pesquisadas na internet. Portanto, algumas informações podem sofrer alterações ao longo do tempo, ou seja, recomendo que você consulte diretamente as empresas/produtos mencionadas(os) para sanar qualquer tipo de dúvida.
  2. As imagens e fotos aqui contidas são meramente ilustrativas, e os direitos das mesmas são reservados ao seus respectivos autores.
  3. Esperamos que o conteúdo tenha sido de bom agrado e agradecemos a visita desde já, um grande abraço!