HPV – como tratar o HPV com vacina?

HPV é uma doença considerada sexualmente transmissível. Ela é causada por um vírus, que é contraído por meio de uma relação sexual sem o uso de preservativo com uma pessoa que já possua o vírus. Com o passar do tempo podemos afirmar que cerca de 80 a 90% da população já entrou em contato com o vírus, e que cerca de 90% das pessoas que entram em contato com esta doença, consegue eliminar o vírus de forma natural do organismo. O HPV também é conhecido por vários outros nomes, como condiloma acuminado, crista de galo, figueira, dentre outros.

Pode-se afirmar que exista mais de 200 tipos de HPV, mas até hoje apenas 150 foram identificados e classificados geneticamente. Entre esses 150 que foram identificados apenas 35 podem infectar a região anogenital feminina e masculina, 14 podem causar lesos causadoras de câncer, como o câncer de colo de útero, garganta ou ânus. É feito dois tipos de exames para se identificar o tipo de HPV, teste genético PCR e o teste de captura hibrida, através destes exames o médico terá as informações de tipo, carga viral e se o vírus é ou não oncogênico, isso significa que o médico já ficara sabendo se o HPV poderá ou não evoluir para um câncer.

Quais os sintomas do HPV?

Dentre os sintomas mais comuns do HPV estão a presença de pequenas verrugas nas regiões intimas, tanto masculina como feminina, sendo que as verrugas características do HPV, podem também ser encontradas no colo do útero, vulva e vagina Os sintomas do HPV também podem se manifestar no ânus, garganta, boca, pés e mãos. Os sintomas podem ficar ausentes, mesmo quando o vírus está ativo, sendo que isto ocorre principalmente nos homens, mas não significa que não pode acontecer também com as mulheres.

Além dos sintomas descritos acima, também é possível citar a presença de febre, indisposição, dor e odor desagradável na região afetada pelo HPV, dentre outros sintomas. Ao identificar algum dos sintomas descritos acima, procure um médico o quanto antes, para que este profissional faça uma avaliação do seu estado de saúde e ofereça um diagnóstico mais preciso sobre o que você tem. Somente dessa forma, é possível estabelecer o tratamento mais adequado.

Qual o melhor Tratamento para HPV?

Em alguns casos o uso de pomada e de soluções aplicadas pelo médico em consultório podem resolver o problema, mas muitas vezes não é suficiente, e é preciso entrar com a cauterização (laser) realizadas de tempos em tempos pelo médico. O tratamento contra a HPV é algo delicado e demorado, e pode acabar sendo dispendioso também, mas é a única forma de acabar vencendo esta doença e diminuindo a chance de evoluir para um câncer.

Outros medicamentos para HPV

  • Ácido tricloroacético (ATA);
  • Podofilina;
  • 5-fluorouracil;
  • Podofilotoxina;
  • Imiquimod.

Entenda que se você adquire este vírus e optar por não se tratar, o risco que corre é de transmitir este mesmo vírus para outra pessoa, e deixando que este vírus evolua dentro de você e se torne um câncer, que é a grande preocupação de todos os médicos que trabalham com o tratamento desta doença.

Importante

Este artigo é de caráter informativo/explicativo e todas as informações aqui contidas foram pesquisadas na internet. Portanto, algumas informações podem sofrer alterações, ou seja, recomendo que você consulte diretamente as empresas/produtos mencionadas(os) para sanar qualquer tipo de dúvida. Agradeço a visita desde já!