Simulação de empréstimo pessoal (dicas passo a passo)

O empréstimo pessoal é uma das melhores maneiras para sair de uma situação financeira desagradável ou para conseguir realizar um sonho urgente que você não tem o capital necessário.

Contudo, apesar das facilidades e dos benefícios desta alternativa, saiba que é preciso muita responsabilidade e principalmente conhecimento dos custos atribuídos. Como todos nós sabemos, os juros não são baixos e devem sempre ser levados em consideração.

Há alguns anos o mercado nacional conta com os modelos de crédito pessoal consignados, que ajudam a amenizar os altos custos e alguns dos principais pontos negativos que a contratação de um empréstimo em banco apresenta.

Abaixo, nós falaremos mais sobre como você pode fazer uma simulação de empréstimo pessoal de maneira rápida e descomplicada, sem deixar de mencionar alguns dos principais pontos importantes sobre sua escolha.

Pronto para saber mais sobre o assunto? Continue sua leitura até o final!

Quem pode pegar um empréstimo no banco?

Qualquer pessoa acima de 18 anos, com conta corrente ativa e com renda pode realizar um empréstimo. A diferença fica principalmente pela categoria profissional, uma vez que existem diferenças entre autônomos, servidores públicos e privados e aposentados e pensionistas do INSS.

Para quem tem carteira assinada sob regime CLT, é pensionista ou aposentado pelo INSS ou é servidor público, as facilidades são imensas e basta não ter o seu nome negativado para conseguir ter uma linha de crédito.

Para quem é autônomo, a história é um pouco diferente. É preciso fazer a comprovação de renda (com pelo menos 3 meses de extrato bancário) e passar por toda uma análise aprofundada pelo banco — em muitos casos, o crédito consignado não está a disposição dessa categoria, somente o crédito pessoal “comum”.

Já para aqueles que estão negativados, estes dificilmente conseguem valores para empréstimo em um banco. Neste caso, o indicado é busca por companhias especializadas como a Crefisa e semelhantes para conseguir algum dinheiro emprestado.

Deve ser ressaltado que neste último caso os custos são mais altos em função do alto risco que a “financiadora” sofre. Fora isso, existem particularidades no contrato que devem ser cumpridas para que você não se coloque em uma situação financeira ainda pior.

Fazendo a simulação de empréstimo pessoal pela internet

Existem inúmeras instituições para você pedir seu empréstimo ou para você realizar uma simulação. Desde os bancos mais comuns até novas opções totalmente digitais que “acabaram” de entrar no mercado.

A Just e a Geru são duas empresas que fornecem linha de crédito totalmente online. Existe menos burocracia e diversas facilidades e benefícios para quem optar por uma dessas duas alternativas.

O juro mais baixo é um dos principais atrativos, e a facilidade para simular e conhecer todas as opções mais vantajosas disponíveis é um diferencial que é difícil de ser quebrado até mesmo pelas instituições mais tradicionais do mercado brasileiro.

Por essa razão, iremos utilizar a Geru como ferramenta para simulação de crédito pessoal. Basta seguir o passo a passo para conseguir ter ideia de valores.

Veja abaixo:

Logo abaixo estarão apresentados alguns valores médios para que você tenha uma ideia geral do custo mensal do seu empréstimo.

Perceba que a Geru apresenta um sistema de ranking único que garante as melhores condições de crédito. Seu ranking dependerá da sua renda e da análise realizada pela instituição.

Note também que você não precisa contratar a Geru para ter seu empréstimo — você pode utilizar apenas os números como um parâmetro e em seguida fazer uma pesquisa em outras companhias do mercado para ter um bom comparativo.

Não se esqueça de sempre tentar negociar pelas taxas de juros mais baixas e principalmente por todos as tarifas descriminadas no momento da sua contratação. Um bom valor médio para o empréstimo pessoal é de 2% — contudo, em alguns bancos é possível conseguir juros ainda menores.

Faça toda análise do seu quadro financeiro e não se esqueça de somente contratar quando estiver com todas suas dúvidas sanadas. Não tome riscos desnecessários e somente utilize esse tipo de serviço em caso de total necessidade.

O não pagamento das prestações pode levar seu nome a ser negativado no SPC e SERASA. Não se esqueça que no modelo consignado, normalmente o empréstimo é debitado automaticamente da sua conta corrente — portanto, atenção redobrada!

Esse foi o nosso post de hoje sobre como fazer uma simulação de empréstimo pessoal. Gostou do conteúdo de hoje? Não se esqueça de comentar abaixo sua opinião!

Importante

Este artigo é de caráter informativo/explicativo e todas as informações aqui contidas foram pesquisadas na internet. Portanto, algumas informações podem sofrer alterações, ou seja, recomendo que você consulte diretamente as empresas/produtos mencionadas(os) para sanar qualquer tipo de dúvida. Agradeço a visita desde já!